A minha Lista de blogues

sábado, maio 24, 2008

História trágico felina - Epílogo



Chama-se Pouff


No dia 1 de Abril, de verdade, nasceram estes 3 malandrinhos, 2 meninas e um machinho muito parecido com a mãe. Correu tudo bem e as meninas já estão com os suas novas donas, tendo levado consigo as respectivas pulgas o que alarmou muito uma delas que nunca tinha visto.
O gato fica cá. Resolvi ficar com ele porque o acho muito bonito e porque há falta de macheza nesta casa desde que o meu filho foi morar fora. Não sei se o hei-de castrar, tenho pena. Mas daqui a uns meses faz-me o mesmo que todos os machos fazem, marca a casa, e passa a vida na rua à luta e a correr o risco de ser atropelado. Foi o que aconteceu com o primeiro gato que tive aqui. Também há o risco de se reproduzir incestuosamente com a mãe o que daria, provávelmente, gatinhos muito lindos, mas não sei se será, pela moral humana, aceitável.
Não sei, aceito e espero conselhos dos amadores destes belos animais que não querem de nós senão companhia, carinho, uma casita confortável, comida a gosto e nos dão em troca o seu amor incondicional mas sem compromissos...


6 comentários:

gintoino disse...

Coisa mais gira!
Castrar!! Definitivamente! Evita que engravide a mãe (que, já agora, tb devia ser castrada), evita q se afaste durante dias em busca de raparigas em periodo fértil, evita que se pegue com outros machos com todos os males q daí adveêm, (feridas, abcessos, e mais importante, Imonodeficiencia felina e Leucose felina, duas doenças graves, incuraveis e q são transmitidas pelas dentadas durante as lutas). Como se os argumentos anteriores não bastassem evita tb que após a puberdade começe a marcar território com borrifadelas de urina por tudo qto é sitio (e o cheiro de urina de gato inteiro é do pior q pode haver). E pronto...já qui deixei a minha opinião neste enorme comentario. Cumprimentos

ameixa seca disse...

Olá Ana Maria... Ehhh pá o Gintoino é logo... já não bastava esborrachar entre a sola do sapatos os caracóis e agora quer castrar tudo que aparece à frente :) ;)
Gintoino, és um castrador implacável ;) "evita, evita, evita"... eh eh
A Furmiga é linda e se estivesse castrada não teria agora um Pouff tão lindo :)
Eu já tive gatos e gatas e nunca castrei nada nem ninguém... mas de facto a urina dos gatos não é nada agradável. Tive um que tinha a mania de fazer xixi na porta do frigorífico :-)
Espero que a tua decisão venha a agradar a ambas as partes envolvidas...
Bom Domingo

Ana Ramon disse...

Eu também tenho a mesma opinião do gintoino
Tenho 2 gatos não castrados mas que vivem no estábulo e são meio selvagens.
Mas os meus cães.. ou melhor, as minhas cadelas estão as 3 castradas. Evitei as lutas de morte entre os dois machos e elas não têm nenhuns complexos. Continuaram alegres, brincalhonas e a paz desceu sobre a minha pequena matilha.
Aqui fica mais uma opinião.
Beijinhos e boa decisão

Ana Maria B disse...

Obrigada a todos pelas opiniões. Ainda tenho uns mesitos para pensar mas acho que vou seguir os conselhos da maioria. Vamos a ver...se não me roubarem o bichito entretanto. Ele aprendeu num instante a saír pela portinhola dos gatos mas depois não conseguia entrar.Tive de desactivar o sistema magnético para ele não ficar no quintal enquanto eu não chego. Qualquer pessoa podia entrar e levá-lo.

Godknows disse...

Wow, cute cats. I like cat heaps.

Cris disse...

Também sou a favor da castração. Tenho uma gatinha de 7 anos, castrada e que nunca me deu trabalho. Castração evita saídas e entradas de gatos na casa, ninhadas que depois temos que correr para arranjar a quem doar os gatinhos, excesso de gravidezes nas pobres das gatas, etc...