A minha Lista de blogues

terça-feira, fevereiro 13, 2007

Troncos comuns






No Parque da Cidade em Coimbra estas árvores têm troncos ligados em contínuo , não sei como foi possível fazer isto mas o facto é que elas estão ligadas. A minha dúvida é: para que lado corre a seiva, se é que corre. Parece que a intenção era fazer uma espécie de dossel vegetal para sombrear aquela passagem. Agora, no Inverno, está assim e dá para ver esta espécie de anastomoses.

Gosto muito deste parque à beira do rio Mondego. Há um restaurante de comida italiana debruçado sobre o rio, onde é bom almoçar. Depois dar um passeio por esta parte antiga do parque e pela nova que também está muito agradável, mas noutro estilo . Desta vez não fui lá, estava tempo de chuva. Depois ponho fotografias




6 comentários:

Joao Soares disse...

Viva,
Já coloquei um link para o meu BioTerra, secção Terra Viva.
Um abraço

Badala disse...

Adoro o jardim ( sou de Coimbra ). Só é pena não fazerem mais jardins.
Beijinhos.

anete joaquim disse...

Este efeito está lindíssimo. Nunca fui a Coimbra. Só lá passei uma vez de autocarro, mas nem parou!
bjs

lumena disse...

Cara Doutora:

Tenho uma amiga que vive na zona da Costa de Caparica. Pois ela gostava de ter tamareiras no jardim. Mas das que dão tâmaras para comer...
Tanto ela como eu temos perguntado a muita gente,onde adquirir as ditas palmeiras, mas a resposta é sempre a mesma: não se dão na nossa terra!
Será que algum visitante deste Blog me pode informar sobre onde adquirir uma tamareira que dê frutos para comer?...
Obrigada.

As fotos são lindas e dão-me imensa vontade... de fugir de Lisboa.

Mena

Ana Maria B disse...

Tamareiras que dêm tâmaras para comer talvez em Marrocos ou na Tunísia mas fica mais barato comprar as tâmaras cá. No Continente às vezes aparecem tâmaras ditas "frescas". Talvez se consiga germinar o caroço...

Renata disse...

Lumena, moro no sul do Brasil e tenho uma dúzia de palmeirinhas(tamareiras) em vasos, ainda são mudinhas. Consegui minhas mudinhas plantando os caroços das tâmaras que degustei no natal, dessas compradas em supermercados. Os frutos eram importados da Tunísia. Meu conselho: vá comendo tâmaras e plantando as sementes, algumas podem nascer... Ah! elas não gostam de muita água.
Abraços